MENSAGEM DO PCA | ERSUC


Persistência e foco nos objetivos

" O ano de 2018, coincidindo com a conclusão do primeiro período regulatório, caracterizou-se pela continuação da implementação do ambicioso plano estratégico da ERSUC, intimamente relacionado com as obrigações de serviço público, focado na concretização do plano de investimentos e forte aposta nos processos de recolha seletiva. A sua concretização tem tido o impacto negativo da incerteza regulatória e a instabilidade do sector dos resíduos. São exemplos a decisão, fortemente penalizadora, da ERSAR relativa aos proveitos permitidos para o período regulatório 2019/2021 e a indefinição das metas ambientais para a próxima década.

 

A equipa da ERSUC, motivada pela realização dos seus objetivos, garantiu no ano em referência, a integral conclusão do ambicioso plano de investimentos para o triénio 2016/2018, com especial enfoque na aquisição de viaturas de recolha seletiva e contentores, garantindo deste modo o alargamento da recolha porta-a-porta a mais oito municípios. Concluiu também a implementação das alterações nas linhas de triagem dos TMB de Aveiro e Coimbra, aumentando a capacidade na recuperação de recicláveis e respetiva garantia de qualidade.

 

Em continuidade com os anos precedentes, os resíduos rececionados sofreram um incremento em relação a 2017 de 4,9% fixando-se nas 412.292 toneladas. A recolha seletiva trifluxo apresentou um crescimento significativo de 15,6% (cerca de 35.895 toneladas), por outro lado, a exportação de energia, motivada pela redução natural de captação de biogás nos aterros encerrados e pela diminuição da eficácia na produção na CVO apresentou um valor de 39.618 MWh representando uma variação negativa de 15%.

 

O incremento da recolha seletiva e a expectativa do seu crescimento sustentado, são resultado de uma estratégia de comunicação e sensibilização, com forte envolvimento dos municípios e do cidadão, que integra diversos tipos de campanhas e eventos orientados para alvos específicos, são exemplo, o Eco-Valor (escolas, IPSS), Comércio a Reciclar (comércio e serviços), Ecoponto com desconto (cidadão) ou Eco-eventos (atividades lúdicas e desportivas).

 

Num ano de importantes investimentos e crescimento da atividade operacional, a ERSUC apresentou um incremento de 4,2% no volume de negócios com um valor global de 24,77 Milhões de euros.  O resultado liquido do exercício de 90 Mil euros, significativamente inferior ao do ano anterior, é resultado do crescimento dos custos relacionados com a atividade de recolha e a redução da exportação de energia.

 

Os próximos anos contemplarão exigentes desafios para a ERSUC, que terá que conviver com uma decisão condicionante por parte do regulador e garantir em simultâneo o cumprimento das cada vez mais exigentes metas ambientais e obrigações de serviço público. Tenho a profunda convicção que a ERSUC, com a sua equipa coesa e orientada para os resultados, garantirá a concretização dos seus objetivos.

 

Um agradecimento à equipa da ERSUC, parceiros municipais e restantes stakeholders pelo profissionalismo, dedicação e persistência na persecução do cumprimento dos desafios e objetivos da empresa."

Miguel Lisboa Presidente do Conselho de Administração